Marcações diretas no material – o que são (e será uma boa estratégia?) | Fernando Mesquita

Marcações diretas no material – o que são (e será uma boa estratégia?) | Fernando Mesquita

março 26, 2019 Off Por Redator

Fala, pessoal! Tudo bem? Aqui é Fernando Mesquita trazendo para você sempre o melhor da preparação para provas e concursos públicos E, hoje, eu vou responder uma pergunta que é importante e tem a ver muito com a sua eficiência dos estudos Ela é a seguinte: "marcação direta no material é uma boa estratégia de estudos?" Antes de a gente começar já deixa o seu like aqui, principalmente se você me conhecer

Se você não me conhecer, inscreva-se no canal e aperte esse botãozinho aí do sininho para você receber notificações quando eu produzir os conteúdos que eu tenho certeza que vou trazer muita coisa boa para você Hoje, então, a gente vai falar sobre a estratégia que se popularizou ao longo do tempo e principalmente com o crescimento da demanda dos conteúdos em concursos públicos que é a questão da MARCAÇÃO DIRETA O que é essa marcação direta? Você tem um material, você tem um livro, você tem um PDF, esse material é, normalmente, um material impresso e você faz anotações à margem dele para que você possa se lembrar dele depois de uma leitura rápida, que você possa ver esses conteúdos Isso aqui é um tema polêmico, muitas pessoas usam isso, muitas pessoas são muito passionais em relação a esse material Eu não tenho paixão nenhuma por práticas, eu tenho paixão, simplesmente, por resultados

Então, aquelas coisas que funcionam melhor, eu gosto bastante, eu defendo muito Essa é uma das coisas que eu acho que funcionam como ferramenta, mas não como estratégia principal Por que eu digo isso? Alguns conceitos são importantes quando a gente está falando de estudos Um desses conceitos é o estudo ativo O que é o estudo ativo? É você produzir o material enquanto você está lendo, porque isso ajuda, comprovadamente, na retenção daquele conteúdo, ajuda você a ter um desempenho melhor enquanto você está se preparando para provas

Essa marcação não constituiria, em tese, essa produção de material porque você está simplesmente fazendo observações Eu considero essa marcação em material como uma atividade de suporte Essa atividade de suporte funciona muito bem quando você tem mais conhecimento da disciplina Se você tem um grande conhecimento, se for uma disciplina que você está só revisando, que você está só pegando o material para te dar para cobrir alguns buracos ali que de repente você tem no seu conhecimento, eu acho que é uma estratégica fantástica Mas caso você use isso como estratégia principal dos seus estudos, eu acho isso muito arriscado E, na prática que eu tenho, na experiência que eu tenho com meus alunos, isso não é uma técnica que funciona muito bem É uma técnica que te dá um conforto psicológico, porque você evolui mais rápido do que se você estivesse produzindo o seu material de revisão, o seu mapa mental, o seu resumo, o que quer que seja, mas ao mesmo tempo, em termos de eficácia, não é tão boa assim, por quê? Porque você não retém tão bem aquele conteúdo que você poderia reter caso você usasse uma técnica de revisão propriamente dita, de construção do seu material de revisão propriamente dita

Então, o que eu recomendo para você? Se você já tem conhecimento da disciplina que você vai fazer isso, de repente vale a pena você usar isso, sim, como ferramenta Se você não tem tanto conhecimento, isso não vai acabar agregando tanto, embora você evolua mais rápido, nem sempre velocidade é o que a gente busca Às vezes, o que a gente busca é simplesmente mais consistência, é um desempenho melhor que é alcançado não pela velocidade em si, mas pela velocidade associada à competência, associada à coerência desse material, associada ao valor que ele traz para a sua vida Então, use com muito cuidado Isso é muito importante

Combinado? Eu sou Fernando Mesquita Gostou? Curta aqui o vídeo, inscreva-se no canal e a gente se vê na nossa próxima oportunidade Até lá!